Festival de Málaga. Sección Afirmando los Derechos de las Mujeres (16)



Prazos

10 Jun 2022
Convocatória

15 Nov 2022
Festival fechado

01 Fev 2023
Data de Notificação

10 Mar 2023
19 Mar 2023

Endereço

Ramos Marín ,  29012, Málaga, Málaga, Spain


Descrição do festival
Temática: Mujer
Festival de curtas-metragens
Festival de longas metragens


Requisitos do festival
 Festival de Cinema
 Ficção
 Documentário
 Animação
 Fantástico
 Terror
 Experimental
 Music Video
 Outro
 Qualquer gênero
 Temas
 SEM taxas de envio
 Festival Internacional
 Localização física
 Janeiro 2022
 Países de produção: Requerido
 Países de gravação: Qualquer um
 Nacionalidades do diretor: Qualquer um
 Filmes de estréia 
 Projetos escolares 
 Curtas-metragens 
 Longa-metragem 
 Idioma 
Spanish
 Legendas 
Spanish English
Compartilhar em Redes Sociais
 Facebook 
 Tweet





Photo of Festival de Málaga. Sección Afirmando los Derechos de las Mujeres
Photo of Festival de Málaga. Sección Afirmando los Derechos de las Mujeres

Photo of Festival de Málaga. Sección Afirmando los Derechos de las Mujeres
Photo of Festival de Málaga. Sección Afirmando los Derechos de las Mujeres

Spanish
English
Portuguese ML


Início do Festival: 10 Março 2023      Fim do Festival: 19 Março 2023

ASSERTING WOMEN'S RIGHTS é um projeto que surgiu do Festival de Málaga, Mabel Lozano (documentarista e colaborador do Festival) e da Área de Igualdade de Oportunidades da Câmara Municipal de Málaga como ferramenta de protesto. Esta seção é criada com o objetivo de explorar e lidar com questões que contribuem para a consciência social dos direitos das mulheres a cada ano.

Esta seção do Festival de Málaga nasceu em 2008, sendo esta sua 16ª edição. O projeto é concebido com duplo propósito: informar sobre as injustiças que as mulheres ainda sofrem neste século pelo simples fato de serem mulheres, e incentivar e apoiar o trabalho cinematográfico criado pelas mulheres.

BASES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO | 26 FESTIVAL DE MÁLAGA

OBJETIVOS

O Festival de Málaga visa divulgar e promover a cinematografia espanhola e toda a sua esfera cultural. Nesse sentido, o Festival também se constitui como uma plataforma para cinematografias ibero-americanas. Entre as suas funções, destaca-se a de sediar o encontro dos vários setores profissionais do cinema em espanhol (entendido como tal o cinema produzido em Espanha e em todo o território ibero-americano, incluindo Portugal), promovendo tanto o seu desenvolvimento como o seu marketing internacional.

Para cumprir esses objetivos, o Festival de Málaga realizará sua 26ª edição de 10 a 19 de março de 2023.

AFIRMANDO OS DIREITOS DAS MULHERES é um projeto que surge da mão do Festival de Málaga, Mabel Lozano (documentarista e colaborador do Festival) e da Área de Igualdade de Oportunidades da Câmara Municipal de Málaga como ferramenta de protesto. Este espaço é criado com o objetivo de explorar e tratar a cada ano questões que contribuem para a consciência social dos direitos das mulheres.

Esta seção do Festival de Málaga nasceu em 2008, sendo esta sua 16ª edição. O projeto é concebido com um duplo propósito: relatar as injustiças que as mulheres continuam a sofrer neste século pelo simples fato de serem mulheres, e promover e apoiar o trabalho cinematográfico criado pelas mulheres.
Ao afirmar os Direitos das Mulheres, conseguimos tornar visíveis as realidades das mulheres em diferentes países do mundo e ver como, ainda hoje, existem muitos lugares onde a luta pela vida é um objetivo diário para muitas mulheres e meninas. Onde tradições e diretrizes culturais impedem o cumprimento pessoal e social com direitos iguais para meninas e mulheres em relação aos seus homólogos masculinos, etc.
CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

As obras em competição na seção Afirmando os Direitos da Mulher devem atender aos seguintes requisitos:

Obras produzidas em Espanha e em todo o território ibero-americano após 1º de janeiro de 2022, que não foram exibidas comercialmente em teatros públicos, DVD, vídeo ou televisão, em Espanha.

Curtas-metragens com duração máxima de 30 minutos, filmes médios e longas-metragens com um mínimo de 50 minutos podem participar.

Empregos que refletem a realidade das mulheres em situações em que ainda há obstáculos ao desenvolvimento em condições de igualdade em relação aos homens. Os audiovisuais que refletem situações de discriminação e vulnerabilidade dos direitos humanos em relação às mulheres e/ou meninas serão especialmente valorizados. Também serão valorizados trabalhos relacionados a experiências inovadoras de empoderamento e luta contra a exclusão social de mulheres e meninas, bem como trabalhos que promovam e/ou reflitam o progresso na igualdade de oportunidades entre homens e mulheres.

Obras audiovisuais que tornam visíveis o trabalho e as conquistas das mulheres em diferentes campos que não são socialmente reconhecidos.

Obras audiovisuais que tornem visível a contribuição para cuidar do ambiente que está sendo feito a partir do Ecofeminismo serão especialmente valorizadas.

Também serão valorizados trabalhos que reflitam a contribuição dos homens para alcançar a igualdade de gênero, a corresponsabilidade e a reconciliação da vida pessoal, profissional, familiar, etc.

Será valorizado que, nessas obras, a direção, o roteiro e/ou a produção da obra audiovisual tenha sido realizada por mulheres, uma vez que estão sub-representadas na indústria cinematográfica.
PROCESSO DE REGISTRO E SELEÇÃO

REGISTRO

Para participar da 16ª edição da Afirmação dos Direitos da Mulher, é obrigatório registrar e preencher o formulário de inscrição, exclusivamente através da FESTHOME (www.festhome.com), antes das seguintes datas:

-15 de novembro de 2022

Para se registrar corretamente, eles devem primeiro criar um perfil no FESTHOME, registrar o filme na referida plataforma e finalmente registrá-lo em, Afirmando os Direitos das Mulheres (Festival de Málaga). O simples fato de fazer o upload do filme na plataforma FESTHOME não implica que ele esteja registrado no Festival de Málaga, Afirmando os Direitos das Mulheres. Para isso, é necessário cumprir todos os requisitos indicados acima.

Não completar o indicado, os filmes serão excluídos do processo de seleção.


REQUISITOS DOS AUDIOVISUAIS SELECIONADOS

O convite para cada um dos filmes selecionados pelo comitê de seleção será estritamente confidencial entre sua administração e os produtores ou representantes do filme convidado até que o Festival decida anunciá-lo oficialmente.

Uma vez que a seleção de um audiovisual é comunicada pelo Festival e sua participação também é confirmada pela empresa de produção/distribuição que o registrou, ele não pode ser retirado, e a partir desse momento o audiovisual não consegue competir, ser exibido ou ser apresentado em outros festivais espanhóis ou eventos semelhantes, antes de sua triagem em Málaga.

Esta última proibição não se aplicará a nenhuma das categorias de curtas-metragens.

O registro de um filme na 26ª Edição do Festival de Málaga implica total aceitação e cumprimento destas Regras de Participação e seus possíveis anexos.
DIREITOS DE PROGRAMAÇÃO E EXPOSIÇÃO

Durante a celebração do concurso, a organização reserva-se o direito de exibir os audiovisuais selecionados em quantas sessões públicas julgar apropriadas. A este respeito, as empresas de produção transferirão os direitos de sua exposição pública durante o período em que o Festival for realizado sem nenhum custo e estará isento de pagar taxas de exposição.

A organização reserva-se o direito de incluir uma cópia dos audiovisuais vencedores no arquivo do Festival para usos culturais e sem fins lucrativos.

VERSÕES

Todas as cópias de projeção dos audiovisuais selecionados nas diferentes seções do Festival serão apresentadas na versão original, e aqueles cujo idioma original não é espanhol (total ou parcialmente) devem incluir legendas neste idioma.
Para ajudar a divulgação internacional na área da indústria do Festival, os filmes selecionados devem ser legendados em inglês.

FORMATOS DE PROJEÇÃO

Os audiovisuais selecionados em todas as seções devem inscrever a cópia de projeção no formato DCP.
As cópias de projeção no Pacote de Cinema Digital (DCP) devem cumprir obrigatoriamente os regulamentos do DCI e permanecerão na posse do Festival de Málaga até a conclusão da última exibição agendada dentro do Festival. Além disso, a empresa que registrou o filme selecionado deve certificar o bom funcionamento da cópia (sincronização de áudio/vídeo, cor, etc.), testando-a antes de enviá-la para Málaga. Esta empresa também fornecerá ao departamento técnico os KDMs necessários (com uma janela mínima disponível de 48 horas antes do passe e 24 horas depois), assumindo o comando das despesas derivadas de sua geração, bem como a gestão de novos KDMs. (ou DKDMS), se necessário.
O Festival reserva-se o direito de não aceitar cópias que, após as verificações técnicas necessárias, não sejam adequadas para triagem, fornecendo um relatório técnico aos representantes do filme e solicitando uma nova cópia.
CIRCULAÇÃO DE CÓPIAS

Os selecionados devem enviar a cópia do filme para o festival antes de 10 de fevereiro, escolhendo uma dessas modalidades:
• Entrega física do DCP juntamente com um arquivo digital que pode ser usado como backup.
O pagamento dos custos de envio (apólice de transporte e seguro) originado pelo encaminhamento do local de emissão da cópia de cada audiovisual selecionado para participar de qualquer uma das seções do Festival para seu depósito de cópias, será suportado pelas empresas produtoras. No caso dos filmes participantes, as produtoras devem entregar ao Festival, antes de 10 de fevereiro de 2023, as cópias de exibição, e devem notificar a Organização da data de emissão da cópia e dos meios de transporte utilizados.
Todas as cópias dos audiovisuais participantes devem indicar os dados para seu retorno. Esses reembolsos serão feitos dentro de um período máximo de quinze dias a partir da data final do Festival. O pagamento dos custos de transporte originados por esta devolução será suportado pelo Festival.
O seguro contratado pelo Festival cobre os riscos de incêndio, perda, roubo, danos e destruição da cópia para o período entre sua chegada ao Festival e seu retorno ao endereço de retorno indicado. O período máximo para fazer qualquer reivindicação em relação a uma cópia será de três meses a partir da data de devolução.
• Envio digital do DCP para um FTP habilitado para tal uso pelo Festival. Nesse caso, o DCP deve ser hospedado sem compactação, não aceitando arquivos ZIP ou RAR, antes de 10 de fevereiro de 2023. Além do DCP, um arquivo digital também deve ser hospedado como backup, em H264, que não exceda 50 GB e com legendas (SRT) em inglês e espanhol e com resolução mínima em full HD.
A Organização destruirá esses arquivos quando a edição terminar.
Depois que esse método de entrega tiver sido comunicado ao departamento de Gerenciamento de Cópias (sempre antes de 10 de fevereiro), os dados de acesso ao FTP serão fornecidos.
Se você quiser uma visualização técnica na sala durante o festival, ela pode ser solicitada antes de 27 de fevereiro através do endereço de e-mail: gestiondecopias@malagaprocultura.com Após essa data, as visualizações técnicas não podem ser solicitadas.
JÚRIS

O júri da seção de Afirmação dos Direitos das Mulheres será composto por: a Área para a Igualdade de Oportunidades da Câmara Municipal de Málaga; o Instituto das Mulheres; o diretor Mabel Lozano; a revista Mujer Hoy e Festival de Málaga, cujas decisões serão inapeláveis e não devem ser justificadas. Este júri pode sofrer alguma mudança.

Pessoas com interesses na produção, distribuição ou qualquer outro tipo de exploração ou participação com os filmes selecionados para a competição podem não fazer parte do júri.
O júri pode conceder, juntamente com os prêmios oficiais, até 3 menções especiais.
O júri pode conceder no máximo dois prêmios ex aequo. Os prêmios de todas as categorias não podem ser declarados nulos.

O júri se compromete a não expressar publicamente suas considerações sobre a seleção de filmes para os quais eles precisam tomar suas decisões.

A Gestão do Festival de Málaga pode estar presente, com voz, mas sem voto, nas deliberações e comunicações do júri.

PRÊMIOS AFIRMANDO OS DIREITOS DAS MULHERES

Primeiro Prêmio “Biznaga de Plata” Afirmando os Direitos das Mulheres
Prêmio Especial “Biznaga de Plata” Afirmando os Direitos das Mulheres
Prêmio Público “Biznaga de Plata” Afirmando os Direitos das Mulheres

CONSIDERAÇÕES DE IMAGEM

A mera participação no Festival de Málaga em cada uma de suas seções permitirá que as empresas de produção/distribuição insiram o logotipo do Festival e Afirmando os Direitos da Mulher à frente dos audiovisuais, com a indicação '26ª Edição'. O logotipo e a lenda também podem ser incluídos em todas as inserções na imprensa escrita, bem como mencionar expressamente essa participação nas diferentes mídias audiovisuais em que a publicidade para o filme é incluída antes do Festival ou durante sua celebração. Para a inserção correta do logotipo, que em nenhum caso pode ser alterado ou adaptado, você pode consultar o manual de estilo do Festival em www.festivaldemalaga.com ou em caso de dúvida, entre em contato com a organização.
CATÁLOGO E DOCUMENTAÇÃO

Uma vez confirmado um audiovisual para participar do festival, um formulário on-line exclusivo será enviado para cada filme que deve ser preenchido com o conteúdo necessário para sua programação.
A documentação solicitada pelo festival para o catálogo oficial, guia de programação e site (sinopse, biofilmografia, folha artística e técnica, fotografias do diretor e do filme, trailers e outros materiais audiovisuais) será retirada deste formulário que deve ser preenchido o mais tardar 7 de fevereiro.
MATERIAL DE IMPRENSA E PROMOCIONAL
O Departamento de Imprensa do Festival entrará em contato com as respectivas empresas de produção e/ou distribuição dos filmes selecionados para supervisionar e coordenar os materiais incluídos no formulário de seleção, e aos quais a mídia e os credenciados terão acesso através da “Sala de Imprensa” da Web.

As produtoras e/ou distribuidores dos longas-metragens, documentários e curtas-metragens selecionados autorizam, ao aceitar sua participação, o uso de um ou mais fragmentos de seu título para divulgação como material informativo em qualquer mídia.

PROVISÕES ADICIONAIS

Estas bases de participação podem ser complementadas ou modificadas pela Gestão do Festival com tantos outros anexos quanto julgar apropriado, antes da data de início da 26ª Edição do Festival de Málaga e comunicação prévia às partes interessadas.
A interpretação do mesmo será de responsabilidade exclusiva da Gestão do Festival.


EXPOSIÇÃO

APRESENTAÇÃO DOS PRÊMIOS DE AMOSTRA DE FILME FEMININO NO PALCO.

Durante a celebração da Gala Afirmando os Direitos das Mulheres, serão premiados os Prêmios do Festival de Cinema das Mulheres no Palco, realizado em outubro e novembro de 2022, organizado pelo Festival de Málaga em colaboração com a Área de Igualdade de Oportunidades. Oportunidades da Câmara Municipal de Málaga.
Prêmio “Biznaga de Plata” “Mulheres no Palco” de Melhor Ficção
Prêmio “Biznaga de Plata” “Mulheres no Palco” de Melhor Documentário
Prêmio “Silver Biznaga” “Málaga. Mulheres no palco”.
A organização reserva-se o direito de incorporar uma cópia das obras vencedoras no arquivo do Festival para usos culturais sem fins lucrativos.
CONTACTO
ÁREA DE IGUALDAD DE OPORTUNIDADES DEL AYUNTAMIENTO DE MÁLAGA
C/ Concejal Muñoz Cerván, 3. Módulo 3, 2ª Planta.
29003 - Málaga (Espanha)
Telf.: 951 926006
E-mail: cine.areaigualdad@malaga.eu


  

 
  

Descubra grandes filmes e festivais, um clique de distância

Registrar
Login